Siga-me

“De novo, Jesus foi para junto ao mar, e toda a multidão vinha ao encontro dele, e ele os ensinava. Quando ia passando, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na coletoria e lhe disse: – Siga-me! Ele se levantou e o seguiu.” (Marcos 2.13-14)

O trabalho de Levi era cobrar impostos. É provável que o povo judeu o considerasse um traidor, pois ao cobrar os impostos, implicava-se em cooperação com o império romano. Mas Jesus, ao passar, viu Levi trabalhando na coletoria e disse-lhe: Siga-me. E Levi, simplesmente, se levantou e o seguiu, deixando tudo (Lucas 5.28) e atendeu ao chamado de Cristo.

Nos dias atuais, estamos tão envolvidos com as preocupações do mundo (trabalho, status social, finanças do lar), entretenimento (séries, filmes, redes sociais), conforto, facilidades e ainda, mesmo que falsa, felicidade, que deixamos de ouvir o chamado de Cristo para segui-lo e, invariavelmente, colocamos a Palavra de Deus de lado em nossas vidas. 

Estima-se que existem no mundo 7,8 bilhões de habitantes (1), destes, os quais se denominam protestantes (crentes em Jesus Cristo), representam cerca de 980 milhões de pessoas (2) (aproximadamente 13% da população mundial). Estas estimativas nos mostram que existem 6,8 bilhões de pessoas que não conhecem a Cristo, que não o reconheceram como seu Senhor e Salvador, que não ouviram e aceitaram o Seu evangelho, que Jesus Cristo de Nazaré morreu na cruz do calvário, ressuscitou ao terceiro dia, que está assentado à direita de Deus Pai, que mediante a sua graça, nos salvou, nos libertou das amarras do pecado, que pelo seu sangue vertido na cruz já não somos “estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos e membro da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular” (Efésios 2.19-20).

O recebemos pela graça, mediante a fé, nada damos em troca. Deus nos amou ainda quando estávamos totalmente envolvidos no pecado, mortos para Cristo, mas Deus nos Salvou, mediante o seu filho, Jesus Cristo e, “para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16). 

Maravilhosa notícia esta para as 6,9 bilhões de pessoas sem Cristo no mundo, que estão sendo enganadas por todo o tipo de doutrina e entretenimento que Satanás preparou. Enquanto isso, nós, crentes em Jesus Cristo, conhecedores desta notícia, estamos deixando de lado o evangelho pelas distrações do mundo. O dia está chegando. A apostasia nas igrejas, guerras e rumores de guerras, terremotos e desastres naturais, o amor de muitos se esfriando. O tempo está acabando! Vamos anunciar o evangelho de Cristo às pessoas, viver de acordo com ele, vamos nos preparar para a volta de Cristo, para que, quando nos apresentarmos diante do seu tribunal não sejamos envergonhados, mas que possamos receber o nosso galardão, de acordo com o que semeamos enquanto vivos. Cristo não morreu na cruz para que tivéssemos uma vida confortável, carros de último tipo, mansões… mas sim, nos chamou para sermos servos, e servi-lo em sua obra, a levar a mensagem de seu evangelho à todos os povos e nações. Que façamos como Levi, deixemos tudo de lado, tudo para trás, para atender ao chamado de Cristo.

Que toda a honra e glória seja dada à Deus. 

DS – 08 de setembro de 2019, atualizado em 28 de dezembro de 2020.

(1)https://pt.wikipedia.org/wiki/População_mundial – consulta realizada em 28 de dezembro de 2020; e

(2) https://pt.wikipedia.org/wiki/Protestantes_por_pa%C3%ADs#cite_note-2 – consulta realizada em 28 de dezembro de 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s